Crítica gastronômica

Estou me sentindo muito chique.
Peguei na rabiola do Edu e acabei jantando super bem em Mendoza.
Resultado: a pedido do Sr. Christian Burgos, acabei escrevendo uma crítica que – iupi!!! – foi publicada na revista ADEGA deste mês (set/2011). Adorei!!!
Comprem!!!

A matéria completa tem fotos lindas. Segue só o texto (com alguns errinhos de digitação, pois foi redigida lá em Mendoza mesmo, direto no iPhone):

“NADIA O.F.

Ótima gastronomia em ambiente agradável fazem do Nadia O.F. boa opção para jantar em Mendoza

O sucesso do Urban, que funciona dentro da vinícola O.Fournier, no Vale do Uco levou à chef Nadia Harón a servir sua gastronomia também nos arredores da cidade de Mendoza. Hoje, em uma antiga casa de barro construída no século XIX, em Chacras de Corria funciona o seu “Nadia O.F. restaurante”.

O local foi reformado e decorado pela chef e seu marido, o viticultor José O. Fournier. Além da área interna, nas noites mais quentes, os visitantes podem desfrutar de suas refeições em uma enorme mesa instalada em um agradável jardim, sentando-se em cadeiras fabricadas a partir de velhas barricas de vinho.

O conceito da casa reflete a personalidade dos proprietários. “A vanguarda da gastronomia é voltar às tradições”, diz Fournier.

A comida reflete a elegância e a delicadeza da chef. Desde o azeite do couvert até o café servido ao final da refeição, tudo é cuidadosamente escolhido por Nadia. Não existe cardápio. O que se oferece é um menu degustação de seis pratos, precedidos por pães de azeite produzidos diariamente no forno de barro. Não há invencionices. O que se experimenta é comfort food preparada com boa técnica e muito cuidado. A lista combina diferentes culturas e se baseia na sazonalidade, ou seja, os pratos são desenvolvidos com o que houver de melhor no mercado naquela semana. E nunca coincidem com o que estiver sendo servido no Urban.

A idéia principal da casa é fomentar o consumo de vinhos mas, ao contrário do que se possa pensar, não existe uma carta propriamente dita. De acordo com José Ortega Fournier, “o que se espera é que cada um traga sua garrafa preferida para o restaurante; nossos vinhos estão aqui apenas como back up”. Assim, os comensais podem escolher o menu degustação simples ou harmonizado com vinhos das linhas da O.Fournier.

Belamente montados, os pratos satisfazem o corpo e a alma. A “Delícia de batata doce com alho poró crocante, leite de coco e sal de baunilha” e as “Favas verdes salteadas com jamón serrano”, servidas como aperitivos preparam os paladares para a entrada. No caso da “Flor de batata com pisto manchego”, o ovo poche estava cozido à perfeição e delicadamente temperado com sal trufado. Outra opção, o “Creme de cebolas com espuma de parmesão” agrada também aos olhos. Inícialmente, o prato chega apenas com a espuma; já na mesa, o creme quente é derramado sobre ela, que “floresce” por sob o creme, proporcionando uma espécie de mãgica. O “Bife de lomo com batata ao murro e molho vermelho” chegou no ponto correto. O “Sorbet de camomila com mel”, um tipo de granita, na verdade, abriu caminho para os delicados “Profiteroles de creme e chocolate sobre redução de laranja e amêndoas”.

Outra particularidade da casa é o uso de sais especiais para finalização da maioria dos pratos. De fato, o casal de proprietários é apaixonado pelo assunto e sempre traz algum tipo diferente de suas viagens. Na noite em que ADEGA visitou o Nadia O.F., foram experimentados sal de baunilha, sal de trufa, sal vermelho do Havaí e sal rosa do Himalaia, uma pequena amostra da enorme coleção.

Por fim, o serviço é correto e atencioso, fazendo com que valha a pena fazer uma reserva e tomar um taxi do centro de Mendoza até Chacras de Corria. Mas, atenção, o Nadia O.F. abre somente para o jantar. Almoços somente para grupos e agendados previamente.

NADIA O.F.
Italia 6055, Chacras de Coria
Mendoza (Argentina)
Phone: + 54 (0) 261 496 1731
www.nadiaof.com
reservas@nadiaof.com”

Deixe uma resposta