Comida de mãe – ou de filha?!

Por circunstâncias diversas, minha mãe acabou vindo passar a semana comigo.
O engraçado é que bem uns dias atrás eu estava mesmo pensando que estava com saudade de “ser filha”, ser cuidada(na verdade, ajudada a cuidar da minha casa, já que meu funcionário atual não vai naaadaaa bem).
Enfim, meus pijaminhas foram costurados, minhas plantas podadas, as orquídeas antigas finalmente foram fixadas nas árvores. Comida de mãe que é bom… nada!
Acredite se quiser, D. Nilce trouxe uns pedacinhos de torta de legumes e um restinho de massa pra ela almoçar na segunda-feira; o resto tem estado a meu cargo.
Mas sabe de uma coisa, estou achando que isso é bom sinal. Uma cozinheira de mão cheia e cheia de tempo livre preferindo comer o que faço!!!
Amanhã ela já volta pra casa dela, pra cuidar do meu “irmãozinho”. Por enquanto, ela vai curtir os netinhos – de quatro patas, com quem ela implica tanto – mais um pouco.

20110504-142601.jpg

Deixe uma resposta